Rita D.

Desde muito nova que sou ambiciosa e criativa. Considero-me uma pessoa emocional, que tenta sempre ser racional. O meu medo de falhar é a minha maior qualidade e ao mesmo tempo, o meu maior obstáculo. Não quero nunca parar de aprender durante toda a minha vida e independentemente da pessoa que seja hoje, quero ser melhor amanhã.

1. Qual a característica que mais marca a tua feminilidade?
A minha feminilidade é marcada pela forma como me expresso.

2. Se esta sessão tivesse banda sonora, que música escolhias?
Kendrick Lamar, é sempre a melhor escolha.

3. Enquanto estavas a ser fotografada, pensaste em algum momento ou em alguém em especial?
Não, quando me fotografam acho que fico numa espécie de momento zen, não penso absolutamente em nada.

4. Ao olhar para as tuas fotos, o que mais gostas de ver em ti?
Gosto de ver a mulher confiante em que me tornei.

5. Existe uma foto preferida? Se sim, qual e porquê?
Uma das que estou à janela, gosto do meu olhar.

6. Qual a sensação de ver o resultado final da sessão?
Eu já fui fotografa algumas vezes mas nunca assim, no meu espaço e sem influências externas. Foi muito estranho ao início, não receber qualquer indicação do Miguel, mas parece que agora percebo porquê – as fotografias são como uma espécie de “reportagem” daquilo que eu sou.

 





Recent Portfolios