Ana Raquel L.

Olá, sou a Raquel, também tratada por “Leão/Leoa” pelos mais chegados. Tenho 24 anos, cativada por almas “anormais”, adoro rir-me de mim própria, de me envolver de pessoas que me deixem ser o meu genuíno Eu. Preguiçosa com tudo o que me traz monotonia, respiro oxigénio musical (tem de existir), apenas tenho os “pés assentes na terra” dentro do cérebro porque viajar é o verbo que me traz momentos mais felizes. Por fim, sou apaixonada por conhecer, por ouvir, por sorrir, por troca de olhares, por abanar a cabeça enquanto ouço música, pela brisa matinal e por abraços.

1. Qual a característica que mais marca a tua feminilidade?
Já disseram que é a forma como eu caminho, mas eu não acredito nisso e apostava mais nas sardas. Contudo, os olhos rasgados foram sempre a minha primeira escolha. Até nos outros.

2. Se esta sessão tivesse banda sonora, que música escolhias?
FKA Twigs foi a minha banda sonora. Mas se fosse apenas uma música era Female Energy de Willow.

3. Enquanto estavas a ser fotografada, pensaste em algum momento ou em alguém em especial?
Não. Apenas aproveitei a onda sonora. Adoro deixar-me levar, e talvez por isso me tenha sentido tão leve, tão à vontade.

4. Ao olhar para as tuas fotos, o que mais gostas de ver em ti?
Adoro ver como me envergonho, e a seguir as caras parvas que faço. Tão eu! Realmente, adoro rir-me de mim própria.

5. Existe uma foto preferida? Se sim, qual e porquê?
Não consigo ter uma preferida. A diversidade de muitas delas cativa-me.

6. Qual a sensação de ver o resultado final da sessão?
Engraçado, eu que estava cheia de receios com o antes-durante-pós, agora que vejo e revejo, sinto-me mais confiante comigo. Acho que me meto imenso à prova, e os resultados são a resposta perfeita para me conhecer melhor.

 





Recent Portfolios